top of page

Associação Filantrópica Nova Esperança completa um ano e mais de 4 milhões de atendimentos em SP

A Associação Filantrópica Nova Esperança (AFNE), organização social responsável pelo gerenciamento e execução de serviços e unidades de saúde da região central de São Paulo, acaba de completar um ano de atuação na capital paulista. Ao longo desse período foi realizado mais de 4 milhões de atendimentos junto à população.



A Associação administra mais de 45 equipamentos de saúde, distribuídos entre as áreas de Atenção Básica; Atenção Psicossocial, álcool e drogas, Atenção Hospitalar e Urgência e Emergência. Para possibilitar o acesso da população a saúde pública de qualidade, a AFNE conta com mais de 3 mil colaboradores e tem planos para a inauguração de novos serviços e unidades ainda este ano.


Com contrato firmado com a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, a atuação da instituição tem sido de suma importância em bairros do centro da cidade diante das carências e desafios dessa região.



Foto: divulgação


“Ficamos muito satisfeitos com a atuação das unidades neste primeiro ano sob a administração da AFNE. Os serviços que gerenciamos, que vão desde a atenção primária às especialidades e urgência e emergência, atende uma região com demandas singulares, dentro de um contexto de vulnerabilidade social, além do intenso fluxo de pessoas. Por isso, sabemos da importância dos mais de 4 milhões de atendimentos realizados neste ano, que mostram como nossos serviços estão fazendo a diferença para a população da região central”, afirma Lucas Sartori, diretor executivo da AFNE.


Atenção Básica


Nos últimos 12 meses, foram mais de 2 milhões de atendimentos realizados somente nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Bom Retiro, Boracea, Santa Cecília, Cambuci, Humaitá, Nossa Senhora do Brasil, República e Sé (sob responsabilidade da AFNE).


As UBSs também oferecem serviço de imunização. “A vacinação está entre as atividades mais importantes dentro de uma UBS. Durante a campanha de imunização contra covid-19, por exemplo, nós aplicamos em um só dia mais de 1,2 mil doses de vacina em uma única UBS. Isso faz a diferença, pois contribui para impedir a propagação da doença e, consequentemente, traz melhorias para a qualidade de vida da população”, conta João Tavares, gerente médico da AFNE.


A AFNE também gerencia três unidades de Assistência Médica Ambulatorial (AMA) e sete Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF).


“Ao longo desse primeiro ano de contrato, nós focamos na organização e no fortalecimento dos equipamentos e serviços de saúde da Atenção Básica, fragilizados pela pandemia. No próximo ano, queremos avançar ainda mais, especialmente com a melhoria da regulação de encaminhamentos da Atenção Básica para a atenção especializada, tornando o processo mais assertivo”, explica João.


0 comentário

コメント


bottom of page