top of page

Coletivo realiza diversas ações sociais para os moradores da Zona Oeste do RJ

O Coletivo Favela Vertical fundado em 2019 pelo produtor cultural Rafael Oliveira tinha como objetivo ocupar um espaço em um território de muita vulnerabilidade. Ou seja, de levar educação, cultura e empregabilidade por meio de ações sociais e projetos desenvolvidos dentro do Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O local conta com sala de aula e laboratório digital, para que os moradores possam aprender e ampliar seus horizontes por meio da educação. A fonte é a Agência de Notícias da Favela (ANF)


Segundo a ANF, a primeira ação realizada pelo Favela Vertical foi ainda no ano de 2019 uma festa de Natal, na localidade Nova Esperança. Em 2020, o projeto conquistou um espaço para realizar as aulas do Pré-Vestibular Social Conceição Evaristo, que já recebeu em torno de 60 alunos nos últimos três anos de existência.


Festa de Natal em 2019 organizada pelo Coletivo Favela Vertical / Foto: ANF (Agência de Notícias das Favelas)


Durante o período mais tenso da pandemia em 2020 foram arrecadadas e doadas mais de 500 mil cestas básicas para as famílias que naquele momento não tinham a quem recorrer. Próximo ao Dia das Crianças também foram entregues 600 kits com brinquedos e gibis educativos de porta em porta para as crianças.


Atualmente, o coletivo recebe em torno de R$230 por mês, por meio de arrecadação virtual de parceiros que apoiam o trabalho Além das ações desenvolvidas na comunidade e as aulas de pré-vestibular social oferecida para os jovens, o Favela Vertical leva música a partir das do Samba do Fave e todo o dinheiro arrecado é investido no projeto.


Confira a matéria completa na ANF (Agência de notícias das favelas) aqui.

0 comentário

Comments


bottom of page