top of page

Dia da Visibilidade Trans ganha programação especial no Canal Brasil durante todo o mês de janeiro

Dia 29 de janeiro é o Dia da Visibilidade Trans e o Canal Brasil preparou uma mostra especial que será exibida durante todo o mês. A seleção inclui produções dirigidas, escritas, interpretadas ou protagonizadas por homens e mulheres trans que mostram como o cinema brasileiro retrata o talento, os dramas e as questões sociais desta comunidade. A programação especial vai ao ar a partir do dia 1º e se estende por todos os domingos (22h) e segundas (18h) do mês.


Entre os destaques da mostra estão: o inédito "Eu, Um Outro" documentário de Silvia Godinho que acompanha a vida de três homens trans: Luca, Thalles e Raul e "Transversais", de Emerson Maranhão, mais uma estreia do canal, com depoimentos de quatro pessoas trans que contam sobre seus processos de descoberta e aceitação e o sofrimento com o preconceito e o estranhamento das pessoas.


"Bixa Travesty" - documentário sobre a luta de Linn na Quebrada | Foto: Divulgação


Outras produções como Bixa Travesty, que traz um olhar para a trajetória da cantora e ativista trans - Linn da Quebrada - como um ato político e libertário para a militância LGBTQ+, também será exibido na programação completa que você pode conferir abaixo:


Preciso Dizer que Te Amo (2018)

Horário: domingo, 01/01, às 22h

Classificação: 12 anos

Direção: Ariel Nobre

Sinopse: O documentário aborda o suicídio entre as pessoas transexuais. A relação dos personagens com o corpo, a vida e o sagrado é retratada de forma poética.


Berenice Procura (2014)

Horário: domingo, 01/01, às 22h15

Classificação: 14 anos

Direção: Allan Fiterman

Sinopse: A taxista Berenice está acostumada a passar horas e horas pelo trânsito caótico da cidade do Rio de Janeiro. Consumida pela profissão, o pouco tempo que tem de sobra, ela se divide entre a criação do filho Thiago e sua conturbada relação com o marido. O assassinato de Isabelle, uma travesti, na praia de Copacabana, desperta um lado investigativo e muda sua vida.


Maratona: Transgente (2019)

Horário: segunda, 02/01, às 18h

Classificação: 14 anos

Direção: Adriana L. Dutra e Malu de Martino

Sinopse: Série documental aborda seis histórias de luta e sobrevivência do universo

transgênero no Brasil.


Inabitável (2020)

Horário: domingo, 08/01, às 22h

Classificação: 10 anos

Direção: Enock Carvalho e Matheus Farias

Sinopse: Marilene procura por sua filha Roberta, uma mulher trans que está desaparecida. Enquanto corre contra o tempo, ela descobre uma esperança para o futuro.


Bixa Travesty (2019)

Horário: domingo, 08/01, às 22h20

Classificação: 18 anos

Direção: Kiko Goifman e Claudia Priscilla

Sinopse: Linn da Quebrada, cantora e ativista trans, faz de sua arte e da própria vida um ato político e libertário para a militância LGBTQ+. O documentário coproduzido pelo Canal Brasil em parceria com a Válvula Produções tem a performer como ponto central de uma discussão ampla sobre identidade de gênero, homofobia, fluidez sexual e padrões sociais, tudo isso a partir de uma mescla de momentos que vão desde a vida privada e caseira da artista, encenações em banheiros e saunas até os espetáculos extravagantes por ela realizados.


Luana Muniz – Filha da Lua (2021)

Horário: segunda, 09/01, às 18h

Classificação: 14 anos

Direção: Rian Córdova e Leonardo Menezes

Sinopse: Luana Muniz tem uma rotina dividida entre a prostituição, a militância LGBT e shows em cabarés. Depois de participar do programa Profissão Repórter, a moça ficou conhecida em todo o Brasil como a Rainha da Lapa.


Jéssika (2020)

Horário: domingo, 15/01, às 22h

Classificação: 12 anos

Direção: Galba Gogóia

Sinopse: Jéssika é uma jovem travesti que, anos depois de ter deixado sua cidade natal, no Nordeste, decide voltar. Ao longo do caminho dessa viagem, ela faz muitas descobertas sobre a vida e, acima de tudo, sobre ela mesma.


Alice Júnior (2020)

Horário: domingo, 15/01, às 22h20

Classificação: 14 anos

Direção: Gil Baroni

Sinopse: Alice Júnior é uma youtuber trans cercada de liberdades. Depois de se mudar com o pai para uma pequena cidade que parece ter parado no tempo, a jovem precisa sobreviver ao preconceito para dar seu primeiro beijo.


Transversais (2021)

Horário: segunda, 16/01, às 18h

Classificação: 10 anos

Direção: Emerson Maranhão

Sinopse: Neste documentário comovente, pessoas trans de diferentes origens, contextos e classes sociais compartilham histórias e perspectivas sobre a autoaceitação.


Bonde (2019)

Horário: domingo, 22/01, às 22h

Classificação: 14 anos

Direção: Asaph Luccas

Sinopse: Três jovens negros da favela de Heliópolis saem em busca de refúgio na vida noturna LGBT+ do centro da cidade de São Paulo.


Maratona: Toda Forma de Amor (2019)

Horário: domingo, 22/01, às 22h20

Classificação: 16 anos

Direção: Bruno Barreto

Sinopse: A série de Bruno Barreto explora as múltiplas possibilidades de afeto no universo LGBTQIA+.


Rogéria, Senhor Astolfo Barroso Pinto (2019)

Horário: segunda, 23/01, às 18h

Classificação: 14 anos

Direção: Pedro Gui

Sinopse: O documentário conta a vida e a trajetória artística de Rogéria a partir da dualidade entre artista e personagem. Passando por todos os momentos da vida da transformista, o filme mescla dramatizações de etapas de sua vida e depoimentos de artistas brasileiros, como Betty Faria, Jô Soares e Bibi Ferreira.



"Rogéria - Senhor Astolfo Barroso Pinto" | Fotos: Divulgação


Tea For Two (2018)

Horário: domingo, 29/01, às 22h

Classificação: 12 anos

Direção: Julia Katharine

Sinopse: Silvia é uma cineasta de meia-idade em crise com sua vida. Na mesma noite em que é surpreendida pela visita da ex-exposa, que a largou há alguns anos, conhece uma outra mulher que a fascina.


Maratona: Nós (2020)

Horário: domingo, 29/01, às 22h25

Classificação: 16 anos

Direção: Anne Pinheiro Guimarães

Sinopse: Criada por David França Mendes e Rodrigo Ferrari e com direção geral de Anne Pinheiro Guimarães, a série “Nós” discute fluidez de padrões de gênero, sexualidade e homofobia a partir da rotina de uma família na qual múltiplas possibilidades de afeto fazem parte do cotidiano. A produção é protagonizada por Fernando Eiras, Fabia Mirassos e Maria Léo Araruna.


Eu, Um Outro (2022)

Horário: segunda, 30/01, às 18h

Classificação: 14 anos

Direção: Silvia Godinho

Sinopse: Luca está em busca de um antigo amor, Thalles quer mudar de nome e Raul deseja ser um homem melhor. Eles se encontraram em seus novos corpos, mas precisam sobreviver no país que mais mata pessoas transgênero.



0 comentário

Comments


bottom of page