top of page

Galeria de Arte André inaugura obra pública da artista indígena Tamikuã Tixihi na Av. Rebouças em SP

Atualizado: 28 de abr. de 2023


crédito: divulgação


A Galeria de Arte André, fundada em 1959 pelo romeno André Blau e uma referência no mercado de arte brasileira, inaugura uma nova obra do projeto Multimuro, com a artista indígena Tamikuã Tixihi. A pintura Ikhãpohehaw (em português “a força pela vida”) está disponível para o público numa das fachadas da galeria, na Avenida Rebouças (altura do número 1.300), em São Paulo. A curadoria é da jornalista e crítica de arte Ana Carolina Ralston.

Tamikuã apresenta cinco expressões do rugido de uma onça-pintada, animal que tem forte ligação desde a infância. Quando pequena, a artista do povo Pataxó encontrou três filhotes de onça escondidos na Mata Atlântica, certamente deixados ali em segurança para que a mãe fosse buscar alimento nas redondezas. Quando voltou para a comunidade carregando os pequenos, Tamikuã foi instruída pela mãe a carregar a força e os ensinamentos do animal. Essa potência está evidenciada nas expressões retratadas no mural da artista.

“Para a artista, a onça-pintada é o símbolo da luta pela vida do seu povo”, avalia Ralston. “Levar sua imagem a um espaço de grande circulação é uma forma de trazer o espírito da floresta de volta ao seu espaço de origem”, continua ela, enfatizando a importância do trabalho se situar em um dos pontos nevrálgicos da capital paulista.

A artista é nascida em Pau Brasil, na Bahia, e atualmente vive na comunidade Tekoa Itakupe, no Jaraguá, em São Paulo. Também é ceramista, escultura, poeta e bacharel em Serviço Social. Atualmente está em cartaz com o mural “A guardiã da memória”, exibido numa das paredes do Museu das Culturas Indígenas, na Água Branca, em São Paulo. Foi indicada ao Prêmio Pipa, em 2022.

Projeto Multimuros

O Multimuros foi criado em 2021 com o trabalho “Tudo Vai Pulsar”, da artista paulista Verena Smit. O projeto tem como objetivo incentivar pinturas murais desenvolvidas por artistas contemporâneos que tratem da relação entre a urbanidade cotidiana e a arte pública em suas poéticas. Anteriormente, em outubro de 2020, o designer gráfico Filipe Grimaldi assinou o trabalho “Coragem”, inspirado nas letras decorativas amazônicas, feitas em cores primárias, e no momento em que o mundo estava, em plena pandemia. O mineiro João César de Melo, à época representado pela galeria, assinou uma pintura mural que foi exibida por muitos anos nessa fachada. Antes ainda, em 2010, Eduardo Kobra havia apresentado Muro das Memórias, retratando nomes-chave da MPB como Noel Rosa e Adoniran Barbosa.

Sobre Tamikuã Txihi

Tamikuã Txihi Gonçalves Rocha (Pau-Brasil, Bahia, 1993) é artista visual e poeta do povo Pataxó, cujas aldeias ficam na Terra Indígena Caramuru-Paraguaçu, na Bahia (entre os municípios de Pau-Brasil, Itaju do Colônia e Camacã), e na Terra Indígena Fazenda Baiana (em Camamu). Vive na cidade de São Paulo, na Terra Indígena Jaraguá, com o povo Guarani Mbya, falantes de língua guarani, na comunidade Tekoa Itakupe, da qual é vice-cacique desde 2017. Liderança indígena, guardiã da Mãe Terra e da Irmã Natureza, entende a arte como um meio de promover a proteção física e espiritual dos corpos, territórios e conhecimentos dos povos originários. Transita por múltiplas linguagens, entre elas pintura, escultura, intervenção urbana e vídeo.

Serviço

Multimuro – obra “Ikhãpohehaw” da artista Tamikuã Tixihi

Altura do número 1.300 da Avenida Rebouças

Fachada da Galeria de Arte André

Curadoria de Ana Carolina Ralston

Galeria de Arte André

Rua Estados Unidos, 2.280

Jardim Paulistano

01427-002 – São Paulo – SP

(11) 3081-9697 / 3081-3972 / 3063-0427


Atualmente a galeria também dispõe de uma loja virtual com obras de arte a preços acessíveis no link www.galeriandre.com.br/loja-virtual. Também mantém um blog com notícias e análises do mundo da arte, em www.galeriandre.com.br/blog.

0 comentário

Comments


bottom of page