top of page

Glória Maria, uma das maiores jornalistas do Brasil, nos deixa no Dia de Iemanjá

Atualizado: 5 de fev. de 2023

Glória Maria, uma das maiores jornalistas do Brasil, morreu na manhã de quinta-feira (02), Dia de Iemanjá, em decorrência de um câncer no pulmão.


O falecimento no dia da Orixá ou divindade africana feminina, considerada a mãe dos orixás e denominada "Rainha do Mar" tem um significado muito grande, uma vez que Glória Maria, mulher negra que derrubou barreiras, virou um símbolo do telejornalismo brasileiro e uma referência para todas as mulheres, pode ser considerada uma verdadeira rainha da profissão.


A filha de um alfaiate e uma dona de casa não só moldou a forma de fazer jornalismo na TV como entrevistou diversas celebridades, entre elas, Michael Jackson, Freddie Mercury, Harrison Ford, Nicole Kidman, Leonardo Di Caprio e Madona. Cobriu a posse do presidente norte-americano, Jimmy Carter, entre outros fatos relevantes da história.



Afinal, ela foi a primeira repórter a entrar ao vivo e a cores, no Jornal Nacional. Carioca, nasceu no bairro de Vila Isabel, no Rio de Janeiro, no dia 15 de agosto de 1949. Aos 18 anos ingressou no curso de jornalismo da Universidade Católica (PUC – Rio).


Carreira


No ano de 1971 começou a sua jornada como estagiária no departamento de jornalismo da TV Globo. No mesmo ano, foi efetivada. Sua primeira reportagem foi na cobertura do desabamento do Elevado Paulo de Frontin, em 20 de novembro do mesmo ano. Com pouco tempo, Glória Maria tornou-se âncora do RJTV, jornal da cidade do Rio de Janeiro. Apresentou reportagens para o Jornal Hoje e o Jornal Nacional e a partir de 1986, passou a integrar o time do Fantástico. Em 1998, começou a fazer reportagens especiais e viajou por mais de 100 países.


Após 10 anos realizando reportagens para o programa Fantástico, a jornalista pediu licença para se dedicar a projetos pessoais, como as viagens para a Índia e a Nigéria, onde trabalhou como voluntária. Em 2010, retornou a TV Globo para ser repórter especial do “Globo Repórter”.


Glória deixa um legado imensurável para o telejornalismo e a sua jornada jamais será esquecida.


Obrigado!



0 comentário

Comments


bottom of page