top of page

iFood impulsiona certificação de Ensino Médio de entregadores


Imagem: google


Mais da metade da população brasileira acima dos 25 anos não concluiu o Ensino Médio, somando mais de 69 milhões de pessoas. No iFood, cerca de 28% dos entregadores não concluíram essa etapa escolar. Diante desse cenário, a empresa ajudou na formação de 500 entregadores e entregadoras, a partir do programa "Meu Diploma do Ensino Médio". A iniciativa é uma parceria com as plataformas de estudo online Descomplica e Termine Seus Estudos, na distribuição de bolsas de estudo para o curso preparatório para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).


“O iFood acredita que educação e tecnologia são as principais alavancas para a transformação social do país e que, a partir de incentivos à educação básica, é possível promover acesso, gerar mais oportunidades e impactar positivamente a vida dos brasileiros. Investimos em iniciativas que vão desde o despertar do interesse nos estudos até a formação do profissional em cursos da área de tecnologia. O certificado por meio do Meu Diploma do Ensino Médio é uma conquista para o iFood como um todo. Para nós significa o desenvolvimento e valorização dos entregadores e entregadoras e para eles é muito mais. Significa dignidade, autoconfiança, ser exemplo e, principalmente, tornar cada vez mais real o sonho de quem pretende entrar para a universidade”, afirma Gustavo Vitti, vice-presidente de Pessoas e Sustentabilidade no iFood.


Outros benefícios especiais também serão oferecidos aos recém-formados para completar a jornada de educação, como descontos de até 100% em cursos universitários e novas bolsas para formação em tecnologia na plataforma "Potência Tech", criada pelo iFood.


Em março, a foodtech iniciará as inscrições para a segunda edição do programa, dando oportunidade para aqueles que ficaram de fora no ano passado ou que não foram aprovados no exame no primeiro ano.



0 comentário

Comments


bottom of page