top of page

Instituto Feminismos Plurais lança livro de autoras quilombolas

Vozes historicamente silenciadas estão reunidas no livro “Mulheres Quilombolas: territórios de existências negras femininas”. A obra, coordenada pela autora e filósofa Djamila Ribeiro, líder do Instituto Feminismos Plurais e organizada por Selma dos Santos Dealdina, traz para a roda uma diversidade de pautas, produzida por mulheres quilombolas, em geral invisíveis na sociedade.



A publicação da editora Jandaíra reúne uma série de reflexões e a discussão em torno do que é ser uma mulher quilombola. As autoras denunciam os muitos percalços enfrentados pela população quilombola - que existe (e resiste) em torno de quatro mil comunidades em quase toda a extensão do Brasil. Fato esse, lamentavelmente pouco divulgado e discutido na mídia e nos nossos círculos sociais.


O lançamento presencial é amanhã (24), às 19h, no Espaço Feminismos Plurais – localizado na Alameda Tupiniquins, 343, Moema.



0 comentário

コメント


bottom of page