top of page

Músicos de universidade americana participam de imersão na Amazônia


crédito: divulgação


Mais de 75 músicos e pesquisadores do MIT (Massachusetts Institute of Technology), prestigiada universidade norte-americana e considerada a melhor do mundo há mais de 10 anos, participam de intercâmbio cultural e científico sobre música, tecnologia e ritmos da Amazônia, em Manaus. Até a próxima sexta-feira, dia 31 de março, os estudantes passam por uma série de atividades com artistas da região, ao mesmo passo que entendem o papel central da Amazônia na luta contra a crise climática e a importância do desenvolvimento sustentável para manter a floresta em pé.

A programação inclui troca de experiências e aprendizados com instrumentistas e artistas indígenas, como a cantora Djuena Tikuna, compositoras indicadas ao Grammy, e encontro com a Amazonas Jazz Band. As atividades encerraram com a realização de um espetáculo no Teatro Amazonas, liderado pelos músicos e com a participação de artistas convidados, como a cantora brasileira Luciana Souza, radicada nos EUA, a clarinetista norte americana Anat Cohen, o baterista ganhador do Grammy, Edu Ribeiro, o percussionista Vinicius Barros, além de 10 músicos locais.

A visita faz parte do projeto da universidade chamado “Hearing Amazônia - The Responsibility of Existence”, que reuniu os músicos do MIT (integrantes do MIT Festival Jazz Ensemble, MIT Wind Ensemble e MIT Vocal Jazz Ensemble) em um programa sobre música brasileira. Realizado em 2021, o lançamento teve início com um concerto voltado para ritmos brasileiros e conversas sobre sustentabilidade cultural e econômica da Amazônia.

Cronograma de atividades


Entre as atividades preparadas para os músicos, a programação inclui um participação nos ensaios dos bois, tour pela cidade, visitações ao Museu da Amazônia (MUSA), Teatro Amazonas, campus do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) e do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), entre outros.


Também são destaques os encontros com a Nobre Academia de Robótica, na comunidade indígena São Sebastião, para colaborações culturais e científicas, sessões sobre música indígena com Djuena Tikuna, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, e ensaios com a Amazonas Band, no Teatro Amazonas. Além disso, os músicos participarão de oficinas com o criador de instrumentos indígenas Eliberto Barroncas e o músico César Lima, criador do The Roots VR, biblioteca interativa de instrumentos Amazônicos.

Apresentação no Teatro Amazonas


Finalizando a intensa semana de intercâmbios culturais e científicos, os músicos do MIT, acompanhados de convidados especiais, apresentam um concerto no Teatro Amazonas em celebração à música brasileira e indígena da Amazônia, junto com os ritmos do jazz norte-americano. A apresentação acontecerá na sexta-feira, dia 31 de março, a partir das 20h, no Teatro Amazonas, e é gratuita sem necessidade de retirada de ingressos antecipados.


O espetáculo chamado “Hearing Amazônia: Arte é Resistência” traz em seu repertório composições de artistas como Tom Jobim, Baden Powell, Chiquinha Gonzaga, Anat Cohen, Evan Ziporyn, entre outros.


Além disso, também terá o lançamento do projeto “We Are The Forest”, da cantora Djuena Tikuna, que aborda temas culturais e ambientais da Amazônia, e a participação especial do ativista indígena José Neto, do povo kaeté-tupinambá.


A organização da imersão está sob comando da empresa IAI Promoções, que há mais de seis meses vem mapeando os locais da visita e promovendo uma série de reuniões e ações para o receptivo em Manaus, inclusive, com a elaboração de cardápios exclusivos, ações de boas-vindas, estrutura de segurança e a logística desde os EUA.

0 comentário

Comments


bottom of page