top of page

Museu Oscar Niemeyer registra público recorde em 2022


Foto: Carlos Renato


Antes mesmo do ano acabar, o Museu Oscar Niemeyer, no Paraná, já superou o maior público da sua história. Até o momento, o local contabilizou mais de 390 mil. O maior número até então havia sido de 377 mil pessoas, em 2019.


Neste ano em que completou duas décadas, o MON tem muitos motivos para comemorar. Sua coleção permanente quintuplicou e chegou a 14 mil obras. Ao longo do ano, o museu também realizou 20 exposições, sendo quatro itinerantes.


“O crescimento do acervo aconteceu principalmente graças à viabilização de vultosas doações que escolheram o MON por suas condições técnicas, por sua capacidade de gestão e pela credibilidade da instituição. Essas doações ratificam o nosso trabalho e nos fazem ter a convicção de estarmos no caminho que leva à democratização da arte”, comenta a diretora-presidente do MON, Juliana Vosnika.


Uma delas foi a coleção com aproximadamente 4,5 mil obras de Poty Lazzarotto, o que iniciou um espaço contínuo de exposições do artista, na Torre do Olho. Entre as peças, mais de 3 mil desenhos e 366 gravuras, além de tapeçarias, entalhes, serigrafias e esculturas, entre outros.


“Entendemos que o acervo é a alma de um museu, seu espaço vivo, portanto, sua ampliação e consolidação estão entre os focos principais de nosso esforço”, afirma Juliana.


Grandes Exposições


Além das muitas exposições realizadas pelo MON em 2022, entre elas: Juarez Machado: A volta ao mundo em 80 anos, Terzo Paradiso e Da Vinci experience e suas invenções e Ásia, entre muitas outras, ainda foram realizadas quatro mostras itinerantes.


O museu também inaugurou uma plataforma avançada do seu acervo no município de Cascavel, fruto de uma parceria firmada entre Governo do Estado, Prefeitura de Cascavel e a Associação Amigos do MON, que permitiu a apresentação de um recorte da exposição “África, Expressões Artísticas de um Continente” no Teatro Municipal de Cascavel - Complexo Cultural Sefrin Filho.



Chateaux Bourdeaux, 1988 | Óleo sobre tela, 186,4 x 167,40 cm | Acervo do Juarez Machado


Educativo


As atividades educativas presenciais foram retomadas de forma completa a partir de abril de 2022. Entre elas: mediações, oficinas artísticas e dinâmicas de sensibilização, que visam aproximar os diferentes públicos da produção contemporânea, ampliando, assim, seu repertório pessoal.


Outra importante ação foi a ampliação do programa de acessibilidade "MON Para Todos", que passou a incluir recursos específicos para o público autista ou neurodivergente. Faz parte da iniciativa a Sala de Acomodação Sensorial, um novo espaço do museu com estímulos sensoriais reduzidos que pode ser usado para minimizar desconfortos durante a visita.


Há, ainda, materiais para auxiliar no planejamento da visita, como a Narrativa Visual, que mostra, por meio de imagens e textos curtos, o que se pode esperar da visita, e o Mapa Sensorial indica quais são os estímulos sensoriais mais comuns em diversos espaços. O MON passou disponibilizar gratuitamente Cordões de Girassóis e abafadores de ruídos auriculares descartáveis, que podem ser retirados na recepção, em frente ao acesso às exposições.



0 comentário

댓글


bottom of page