top of page

Prefeitura de São Paulo entrega Centro de Referência para a População de Travestis e Transexuais


foto: site da prefeitura


A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo acaba de entregar o Centro de Referência de Saúde Integral para a População de Travestis e Transexuais (CR POP TT) – Janaína Lima, localizado na rua Jaraguá, 866, região central da cidade. O local tem funcionamento de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h. O nome foi dado em homenagem à ativista travesti morta em 2021 e se tornou um símbolo de luta para a comunidade.

Com capacidade para realizar mais de 1,2 mil consultas médicas e 516 consultas com equipe multiprofissional por mês, o CR POP TT é mais um equipamento da saúde pública que compõe a linha de cuidados para transexuais e travestis na Atenção Básica do município. A cidade conta também com unidades da Rede Sampa Trans, em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e outros equipamentos que seguem realizando atendimentos direcionados ao público.

“Os equipamentos são maravilhosos, com as principais especialidades. Vai fazer a diferença. A gente vê o quanto é importante ter um equipamento mais apropriado para dar um atendimento para as pessoas em todas as áreas”, disse o prefeito Ricardo Nunes, em evento de entrega realizado na manhã desta quarta-feira na sede do equipamento.

“A Secretaria Municipal da Saúde conta hoje com um modelo de rede de atenção à saúde integral dessa população inédito no estado e no Brasil. Essa entrega é uma demonstração da preocupação de se criar condições para toda a população da cidade de São Paulo, para toda população ter seu espaço e atendimento”, afirmou o secretário municipal da Saúde, Luiz Carlos Zamarco.

Serão realizados na nova unidade harmonização para adolescentes, a partir dos 16 anos; apoio psicossocial a familiares de crianças e adolescentes com variabilidade de gênero; acolhimento em saúde mental (oficinas e grupos terapêuticos); pré-natal; abordagem para possíveis complicações causadas após implante de silicone; acompanhamento de pessoas intersexo; atendimentos a complicações cirúrgicas de afirmação de gênero e endocrinopatias de base afetadas pelo uso de hormônios; e sangria terapêutica.

A unidade contará com profissionais especialistas focado nesse público, tais como endocrinologista, ginecologista, hebiatra, psicólogo, psiquiatra, urologista e fonoaudióloga, além da equipe de enfermagem, assistência social e administrativa. Serão 33 profissionais e 11 consultórios.

A tradutora Linnara Rodrigues foi a primeira pessoa a ser acolhida no Centro de Referência Janaína Lima e elogiou o atendimento no espaço. “Acho que todas nós, trans e travestis, precisamos desse atendimento. Esse horário diferenciado é fantástico e facilita muito. Eu trabalho o dia todo e posso vir aqui à noite. E, aqui, no momento que você entra, tem toda a atenção e cuidado necessários”, contou.

O valor de custeio mensal do Centro de Referência de Saúde Integral para a População de Travestis e Transexuais – Janaína Lima será de R$ 522 mil e o investimento em equipamentos foi de mais de R$ 143 mil.

Além do acolhimento para demanda espontânea, os agendamentos para atendimento no novo centro serão realizados por meio da regulação da Rede Sampa Trans de referência do paciente, dentro do munícipio de São Paulo. O CR POP TT também será uma unidade e referência para capacitação e treinamento de profissionais da rede, contando com um centro de pesquisas.

Saiba mais sobre a Associação Filantrópica Nova Esperança (AFNE)

Entidade filantrópica fundada em 2003, detentora de título de utilidade pública e CEBAS, com foco em promover e desenvolver gestão de saúde. Em São Paulo, a AFNE é responsável pelo gerenciamento e execução de serviços de saúde em unidades da Supervisão Técnica da Santa Cecília e na Sé, além do Hospital Municipal Santa Dulce dos Pobres, na Bela Vista, a partir de contrato firmado com a Prefeitura do Município de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. Acesse www.afne.org.br

0 comentário

Comments


bottom of page