top of page

Somzeira: conheça o rapper carioca Sant que acaba de assinar com a Som Livre

Atualmente com mais de 1,7 milhões de ouvintes mensais no Spotify, o rapper Sant começou a despontar na cena do Hip Hop brasileiro em meados de 2011, quando tinha apenas 17 anos. Responsável por hits como “O Que Separa os Homens dos Meninos” (single que soma mais de 4 milhões de plays no Spotify, e que acabou se desdobrando em um EP de mesmo nome) e “Dizeres” (em feat com Lourena, com quase 100 milhões de streams na mesma plataforma de áudio) - acaba de assinar com a gravadora Som Livre.



Natural de Pilares, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro, o artista está com todo o gás para esta nova fase da carreira. Sobre a chegada a uma grande gravadora, ele conta: “Pra gente, como um coletivo - não só eu, mas também a minha equipe - essa foi uma conquista em que sentimos a necessidade do momento. Para o próximo passo e para o que queremos construir, a gente precisava disso, encontrar essas pessoas capacitadas. E que bom que esse encontro aconteceu. Vamos pra cima!”, comemora.


Logo no começo da sua trajetória na música, o rapper foi apadrinhado por MC Marechal - criador da Batalha do Conhecimento e um dos nomes mais respeitados da cena carioca - e virou integrante do selo #VVAR (Vamos Voltar à Realidade).


Em 2014, Sant lança suas primeiras faixas: “É o Rap” e “Entre Nós”. Já em 2015, apresentou “O Que Separa os Homens dos Meninos, Vol1.”, um EP icônico tanto para a carreira do artista quanto para a cena de música urbana carioca.


Além de seu talento como liricista, que já o destacava entre os demais, um dos motivos que agregou relevância ao projeto foi poder contar com a produção de MC Marechal, além da sua participação em uma das tracks.


Desde então, Sant lançou singles e parcerias que o fizeram sempre estar em voga na cena, solidificando sua relevância no meio. Ao longo da carreira, o artista esteve presente em diversos projetos expressivos, tais como “Rap Box”, “Orgânico”, do Estúdio Casa1, “The Chyper Respect”, do grupo Atentado Napalm, “Favela Vive”, do grupo ADL, “Perfil”, “Poetas no Topo” e “Poesia Acústica”, da PineappleStorm TV.


Agora, para o primeiro semestre de 2023, Sant tem como seu primeiro projeto a ser lançado pela Som Livre um álbum. No horizonte, feats com nomes de peso também estão nos planos.


0 comentário

Comments


bottom of page